maiores de 40 2018-02-19T00:13:37+00:00

MAIORES DE 40

Tudo começou no século passado. Algumas logo a seguir ao 25 de abril. Outras ainda antes do Portugal da CEE. Chegou a década de 90 e 20, 30 ou 40 anos decorridos ainda cá estão. Falo-vos das empresas que representam hoje marcas com história.
Denunciadas pelo baixo número de contribuinte e, por vezes, siglas em que um dos sócios fundadores ou já não faz parte da empresa ou já não está entre nós. Falo-vos das empresas surgidas num tempo em que o passa-palavra e a reputação do dono, por si só, bastavam.
Não vão sendo muitas, mas a verdade é que ainda são algumas. Primeiro, chega o mérito pela longevidade que, por si só, é digna destas linhas. Em segundo, uma vontade férrea que muitas vezes quebrou regras, sabendo transformar concorrentes em parceiros e fornecedores em clientes.
A realidade, porém, hoje é outra. Mudam-se os tempos e os mercados. Mudam-se os serviços e os produtos. Mudam-se as gerações… O passa-palavra continua a ser o prato do dia mas em boa verdade, por si só, sabe a pouco. O bom nome junto da banca continua, mas por vezes torna-se impronunciável num contexto internacional. Afinal de contas, quantos conhecem o que estas empresas fazem?
E agora? Como preparar estratégias de continuidade? E de crescimento? Qual o futuro destas “senhoras” no atual contexto empresarial português?
Se todos nós gostamos de uma boa história, qual a melhor forma de a vermos contada?
Quanto maior a longevidade, maior deverá ser a reflexão acerca da identidade destas marcas: Do que foram, do que são e do que querem continuar a ser.
A resposta correta pode garantir o direito a ficarem na história por outros 30 ou 40 mais anos